notíciaspolítica

Indicado de Márcio Jerry teria acumulado “supersalários” em São Luís e Paço do Lumiar

Falta de transparência no governo da prefeita Paula da Pindoba (PCdoB) faz de Paço do Lumiar uma farra de cabide de empregos de figurões da políticas de todo Estado

Cláudio Alves Gomes, hoje SUPERINTENDENTE DE MATERIAIS DE PATRIMÔNIO (nomeado dia 11/08/2020, de acordo com o DOM /SL N° 156, mesmo sem saber nada sobre sua área, foi indicado e inserido por Lula Filho enquanto Secretário de Saúde do Município de SÃO LUÍS.

Cláudio foi chamado primeiramente por Lula Filho, por ter empresa de auditoria e ficou responsável por auditar os processos da SEMUS, após a secretaria entrar na mira da PF por conta dos gastos não declarados para o tratamento da COVID.

Com a exoneração da ex-superintendente Andreia Marão, chamaram o Cláudio Alves para sentar na cadeira e preencher vaga, ganhando hoje até mais que o próprio secretário atual de saúde.

Mas por ele ser muito solícito na Secretaria de Saúde do Município de São Luís, muito “dado”, acabaram descobrindo que ele também estava lotado na Prefeitura de Paço do Lumiar, por ser casado com a sobrinha de de Márcio Jerry, outro mandante da atual gestão Paula Azevedo e se mantém com o salário de R$15mil, exercendo o cargo de Secretário Adjunto da Secretaria de Fazenda – SEMFAZ.

Agora a pergunta: se ele ganha R$15mil em Paço do Lumiar que é um municipio pequeno, imagina quanto ele ganha na Secretaria de Saúde do Município de São Luís?Essa máfia de Paula da Pindoba tem mesmo gana por dinheiro.

Até hoje a população aguarda que a Câmara de Vereadores de Paço do Lumiar abra um processo de investigação sobre a farra dos “supersalários”, e de supostos funcionários fantasmas da folha de pagamento da prefeitura.

Leave a Response