notíciaspolicial

Polícia desarticula organização que planejava protestos em São Luís

Ignorando as orientações da Organização Mundial de Saúde e as determinações do Decreto Estadual sobre realização de eventos públicos que podem gerar aglomerações, grupo formado no Whatsapp planejava carreta contra medidas de isolamento social, para a manhã desta segunda-feira (18). A denúncia chegou à Polícia Civil do Maranhão ainda no fim de semana, que teve acesso ao grupo via link amplamente divulgado, e intimou integrantes.

Manifestações sociais, legítimas e próprias da dinâmica da Democracia em tempos de normalidade, preocupam em tempos de enfrentamento de epidemia. É que reuniões e encontros podem facilmente se tornar foco de transmissão do novo coronavírus, mesmo com alguns cuidados.

Pelo grupo, participantes mostravam desdém às medidas de isolamento e planejavam a carreata para iniciar na Via Expressa, segundo eles, avenida sem câmeras de fiscalização e um jeito de driblar a polícia. O que revela sabidos de estarem infringindo normas.

No fim março, a Justiça do Maranhão suspendeu a realização de uma carreata contra as medidas de distanciamento social em São Luís. Na ocasião, a Justiça ainda determinou a proibição, em caráter preventivo, da realização de eventos que resultem na formação de aglomerações em espaços públicos em todo o estado do Maranhão enquanto durarem as medidas de isolamento. Outra determinação subjugada pelo grupo.

As intimações da Polícia Civil começaram a chegar ainda no domingo (17), o que provocou a dispersão no grupo e a indignação de alguns integrantes. Em vídeos compartilhados na internet, alguns participantes dizem ter sido convocados pela polícia por compartilharem opniões distintas a da gestão estadual. Omitem, no entanto, que o puxão de orelha foi por planejar o descumprimento de normas, no momento em que isolamento social tem salvado vidas.

Gilberto Lima

Leave a Response