notíciaspolítica

Ministro da Saúde é pego de surpresa em coletiva com nova decisão de Bolsonaro

O presidente da República decretou nesta segunda-feira o aumento do número de serviços essenciais

O ministro pode mudar, mas a falta de comunicação entre as decisões continuam do mesmo jeito, tem alguém errando consideravelmente no introsamento das pastas.

A entrevista coletiva do ministro da Saúde, Nelson Teich, sobre a pandemia do coronavírus no Brasil desta segunda-feira (11) foi marcada pela demonstração de falta de articulação dentro do governo.

O ministro não estava sabendo de absolutamente nada. “Saiu hoje isso? Decisão de quem? Manicure? Academia?”, questionou Teich ao ser perguntado por um jornalista sobre o decreto.

Presidente baixou decreto para classificar salões de beleza, barbearias e academias de ginástica como serviços essenciais, mas ministro da Saúde só ficou sabendo através de jornalista; assista:

Leave a Response