notíciassaúde

Governo do Estado fará rodízio de carros a partir da próxima semana durante Lockdown

Em nova coletiva realizada nesta manhã, o Governador Flávio Dino, disse que o Lockdown tem sido um sucesso, entretanto, ainda assim, é preciso apertar algumas medidas. Já que algumas pessoas continuam ignorando as medidas de prevenção e combate ao Coronavírus.

A principal medida a ser adotada, a partir da próxima semana será um rodízio de carros pelas ruas da região metropolitana.

A divisão acontecerá entre dias e com placas com terminação em números ímpares e números pares. O edital que regulará o rodízio deve ser editado ainda hoje. Segundo Flávio Dino, na segunda e quarta os carros com placas de números ímpares, e, na terça e quinta as placas com terminação em números pares poderão rodar. E, na sexta-feira, dia 15, o Governo deve antecipar o feriado de 28 de Julho, para 15 de Junho, deixando assim tudo fechado até a próxima sexta-feira.

Ainda no decreto deve haver uma flexibilização para motoristas de aplicativo, já que os mesmos tem tido dificuldade de se locomover pela cidade. Haverá multas para quem descumprir o rodízio de carros, e, todos entrarão nessa modalidade, até quem trabalha em serviços essenciais, como profissionais de saúde.

Sobre a conclusão de obras de hospitais estaduais, o governador disse que a conclusão de obras é mais fácil, o difícil é manter um hospital, que precisa de equipamentos, profissionais, sendo assim é preciso um planejamento. Foi citado o hospital Macro Regional de Viana, como sendo prioridade para o Governo.

Segundo, Flávio, pode ser que futuramente, seja preciso um novo lockdown, e que, primeiramente, será avaliado os resultados desse que está em vigor. Já que os resultados costumam aparecer semanas após o bloqueio das atividades. Mas que, se for preciso será adotado novamente. Foi reforçado o uso das máscaras em locais públicos, sendo esta, uma medida a ser adotada por longos meses, assim como em muitos países.

O Governo do Estado mantém um boletim Epidemiológico atualizado e transparente, emitido diariamente, e todos poderão acompanhar por lá os resultados das medidas adotadas.

Ao ser questionado sobre algumas condutas do Governo Federal, Dino disse que o Chefe de Estado deveria ligar para outros países e solicitar equipamentos desses lugares, que hoje, estão fechando hospitais de campanha, como Espanha, Alemanha. Já que ao fechar esses hospitais, certamente deve haver equipamentos disponíveis para empréstimo ao Brasil. Mas que também é preciso incentivar a fabricação de Respiradores no Brasil, assegurando assim melhor desempenho para suportar uma crise pandêmica como essa.

Flávio Dino disse que tem sido dias difíceis, que muitos funcionários do Palácio dos Leões, que trabalham diretamente com ele já adoeceram, reforçou que as medidas protetivas podem durar meses, mesmo que algumas delaa sejam flexibilidade.

Ao final, disse ele:

“Quando tudo isso acabar, faço um pedido a vocês: abracem um profissional de saúde, esse é um pedido que faço de forma emocionada.”

Leave a Response