notíciassaúde

Maranhão registra mortes por Covid 19 na mesma velocidade que os Estados Unidos

Cálculo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) mostra que o número de óbitos no Brasil dobra em média a cada cinco dias.

Uma pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) apontou, nesta quarta-feira (29), que o número de óbitos no Brasil dobra em média a cada cinco dias. O Maranhão, em específico, está registrando proporcionalmente a mesma velocidade de óbitos que os Estados Unidos. O boletim mais recente mostra que o estado chegou a 184 mortos por conta do novo coronavírus e 3190 pessoas infectadas em 78 municípios do estado.

Os pesquisadores da Fiocruz constataram a presença dos vírus em todos os estados brasileiros e a rápida propagação por municípios menores. Quanto maior o número de casos de Covid-19 em cidades pequenas, maior o risco de faltar atendimento onde a estrutura de saúde é ruim ou inexiste, e maior a migração de pacientes para as cidades maiores, onde já faltam leitos nas unidades de saúde.

O novo coronavírus já está presente em quase 80% dos municípios entre 50 e 100 mil habitantes. Nos municípios menores, a circulação comunitária já é visível e preocupa.

Ficar em casa

Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Cuidados

Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

G1

Leave a Response