notícias

Paço do Lumiar: Secretaria Municipal de Saúde realiza várias ações contra o coronavírus no município.

A Secretaria Municipal de Saúde de Paço do Lumiar (SEMUS) avaliou como positivas as ações que o município, por determinação da gestão municipal, vem empregando até agora no combate ao Coronavírus. Desde que foi decretada a situação de risco de contaminação pelo vírus e adotada quarentena pelo poder estadual por meio do decreto 35.662/2020, uma série de medidas também foram adotadas pela prefeitura de Paço do Lumiar, com vistas a contribuir para frear o avanço da pandemia do Covid-19.

Na avaliação da SEMUS, os esforços que competem estritamente a pasta da saúde e que se unem em grande parte, com a execução de ações conjuntas aos diversos órgãos púbicos no município, reforçaram a estratégia adotada que se baseia neste primeiro momento em redução da circulação de pessoas nas ruas e salvaguarda do sistema público de saúde, para atendimento de casos suspeitos.

De acordo com a secretária Municipal de Saúde, Soraya Santana, é importante frisar que o município não conta até o momento com caso confirmado da doença, e que apesar disso, o alerta e tomadas de medidas necessárias devem continuar sendo implantadas para preservar a saúde dos munícipes.

Ela destacou ainda que desde o primeiro momento, mediante determinações da prefeita Paula Azevedo, foi instituído um gabinete de gestão de crise, no qual a SEMUS, teve como papel inicial apresentar o cenário da pandemia, propor, discutir e implantar ações preventivas de forma conjunta entres os órgãos da gestão. “Essa atitude da prefeita foi um importante passo para iniciar todo um processo de envolvimento e cooperação dos secretários, cada um disponibilizando, além de ideias, equipamentos como veículos e outras estruturas que pudessem ajudar de alguma forma, tanto para prevenção contra Coronavírus, quanto combate ao H1N1, que também é motivo de preocupação”, aponta Soraya Santana, ressaltando a proatividade da Semed, que já havia manifestado interesse em suspensão de aulas por conta dos casos de H1n1.

Outra ação de cooperação está diretamente relacionada a medidas preventivas e de conscientização do comércio local. Com apoio do 22° Batalhão da Polícia Militar do Maranhão, desde o último dia 24 de março, o poder público vem orientando os comerciantes quanto ao funcionamento apenas de estabelecimentos de serviços essenciais, como farmácias e venda de alimentos. Além disso, um carro de som percorre as ruas alertando moradores quanto a importância do isolamento social, pedindo que sejam evitadas aglomerações desnecessárias.

“A medida de ficar em casa não é apenas para que o vírus não se propague entre nossa população. Ela, também tem como principal função, proteger nosso sistema de saúde. Com menos pessoas circulando diminuiu o contágio, menos gente adoecendo, os leitos de UTI e respiradores poderão dar conta da demanda de casos graves da doença que venham ocorrer e levar o paciente a óbito”, explica Dr. Raimundo Cutrim, infectologista, que atua na rede de Saúde Pública de Paço do Lumiar.

A SEMUS manteve atendimentos nas UBS’s com reforço na triagem. No âmbito das atividades administrativas, adotou posicionamento quanto a liberação de funcionários inclusos no grupo de risco para o Codvid-19. Em se tratando de reuniões passou realiza-las de forma remota ou virtual, em impossibilidade disto, restringiu ao mínimo o número de participantes, dividindo-os em ambientes e períodos distintos. O mesmo foi orientado para as outras pastas da gestão de modo que se mantivessem também os serviços indispensáveis.

“Fora deste contexto, aumenta-se o risco de contágio e disseminação. É muito importante que as pessoas entendam isso! Também consultas e outros procedimentos considerados de rotina, em pacientes sem maiores complicações, devem aguardar até o fim deste período crítico, já que o ambiente hospitalar, está propício para atender e triar casos suspeitos de H1N1 e Coronavírus”, explica o coordenador de Vigilância em Saúde do município, Raphael Pessoa.

*Outras ações* — O Serviço Móvel de Urgência e Emergência – Samu e suas equipes, também recebeu reforço necessário para o atendimento de casos suspeitos e outra remoções de urgência. Mais luvas, máscaras, capotes e toucas, foram adquiridas pelo próprio município, já que, o serviço a algum tempo vem sendo mantido com recursos próprios da SEMUS.
Quanto a vacinação contra a H1N1, iniciada no último dia 23, a secretaria afirmou que segue vacinado os idosos com mobilidade reduzida ou acamados, que já haviam agendado previamente vacinação por telefone, e que deve retomar em breve por completo a ação de imunização para todo o público alvo (crianças de 6 meses a menores de seis 6 anos, profissionais da área de saúde, idosos a partir de 60 anos), assim que, receber da Secretaria de Saúde do Estado, mais lotes da vacina contra a H1N1.

A coordenadora de Imunização em Paço do Lumiar, Paula Almeida, destaca que esse agendamento para que a equipe vá ao local onde essas pessoas se encontram, deve ser feito pelos telefones (98) 9 9974-5685 ou 9 9213-6070. Ressaltou ainda que vacina protege apenas contra o vírus influenza, causador de outros tipos de gripe, mas, não contra o Coronavírus.

“Mesmo tomando a dose da vacina a pessoa deve continuar se precavendo evitando tocar olhos bocas e nariz, com a lavagem correta das mãos com água e sabão, por cerca de 25 a 30 segundos, ou usar álcool gel (a 70%) para higienizar as mãos e superfícies. Também devemos manter distância de cerca de dois metros de uma pessoa para outra, evitar aglomerações se possível ficando em casa em isolamento social” resumiu.

Vacinação de idosos sendo feita em casa

Leave a Response