notíciaspolítica

Bomba! Farra de cargos na Câmara de Paço do Lumiar deve virar alvo do MP

Presidente da Câmara, vereador Fernando Muniz (PP), aumentou em aproximadamente cinco vezes as despesas com folha de pagamento de funcionários comissionados.

Os gastos da Câmara Municipal de Paço do Lumiar aumentaram considerávelmente na gestão do vereador Fernando Muniz, isso não é nenhum segredo. Mas, as despesas com folha de pagamento de funcionários com cargos comissionados é de deixar a todos estarrecidos e revoltados.

O fato do município ter se transformado em fundo especial, despertou o interesse muito grande na disputa pela mesa diretora na casa de leis luminense, foi notório todas as brigas, xingamentos e decisões judiciais, que hora davam o cargo de presidente a um vereador, hora davam a outro. Nessa disputa, Fernando Muniz levou a melhor.

Embora o município tenha virado fundo especial, o que os moradores esperavam era que os recursos financeiros fossem revertidos em benefício público, do povo, o que não tem sido feito. O site Maiobão TV, obteve acesso a uns relatórios de empenho da Câmara no Tribunal de Contas do Estado, e constatou que os gastos do dinheiro público com pessoal aumentou em quase cinco vezes na gestão do presidente Fernando Muniz.

Em fevereiro de 2019, o gasto com funcionários comissionados, aqueles que são contratados sem concurso público, era de R$ 36.998,00 (trinta e seis mil e novecentos e noventa e oito reais), hoje, na gestão atual, os gastos com estes mesmos funcionários chegaram ao valor de R$ 203.200,00 (duzentos e três mil e duzentos reais).

A Câmara de Paço do Lumiar é um prédio antigo, com poucos cômodos, o que deixa os luminenses curiosos para saber onde estes comissionados trabalham. Em tempo, já existe uma investigação por parte da Promotoria de Justiça do município, e em breve teremos essas dúvidas esclarecidas.

Nas próximas publicações, o site fará uma série de matérias sobre os contratos firmados com a mesa diretora da Câmara.

Abaixo segue empenhos, os valores indicados com a seta correspondem ao gasto com funcionários comissionados. Acompanhe o crescimento absurdo com esse gasto.

1 Comment

  1. […] Em fevereiro de 2019, o gasto com funcionários comissionados, aqueles que são contratados sem concurso público, era de R$ 36.998,00 (trinta e seis mil e novecentos e noventa e oito reais), hoje, na gestão atual, os gastos com estes mesmos funcionários chegaram ao valor acima de R$ 203.200,00 (duzentos e três mil e duzentos reais). Também já denunciado em matéria pelo site. Para reler clique aqui. […]

Leave a Response