(98) 99143-3495 contato@maiobaotv.com.br
segunda-feira, outubro 14, 2019
notícias

São Luís: Mergulhador morre ao fazer limpeza em navio

Um mergulhador identificado como Whashington de Jesus Caldas do Vall, de 49 anos, morreu no sábado (8) durante a limpeza de um navio na Baía de São Marcos, em São Luís.
De acordo com a Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos do Maranhão (CPMA), o mergulhador prestava serviço para a empresa PNG Paranaguá e morreu enquanto fazia a limpeza e inspeção do leme, do casco, da hélice e da caixa de mar.
O mergulhador foi retirado da água inconsciente e horas depois foi constatado que já estava sem vida. A Polícia Federal dois peritos na manhã deste domingo para levantar as informações do acidente. Segundo a Marinha, um inquérito administrativo foi instaurado para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades do acidente.
Por meio de nota a Marinha do Brasil lamentou o ocorrido e se solidarizou com os familiares da vítima.
Leia a nota na íntegra:
A Marinha do Brasil, por intermédio da Capitania dos Portos do Maranhão (CPMA), informa que tomou conhecimento, na noite do dia 8 de junho, de um acidente com um mergulhador que estava prestando serviço de limpeza do casco do navio “Shandong da De”, que está no fundeadouro nº 2 da Baía de São Marcos, na posição 02° 05’.9 S 044º 07’.0 W. O Sr. Whashington de Jesus Caldas do Vall, 49 anos, mergulhador contratado pela empresa “PNG Paranaguá”, estava prestando serviços de limpeza no casco da embarcação e, no momento do acidente, estava fazendo inspeção / limpeza do leme, hélice, casco e caixa de mar, e compunha uma equipe de três profissionais. Cerca de 12h10 do dia 8, o navio descobriu que o mergulhador Sr. Washington tinha sido retirado da água em estado inconsciente. 12h40 foi constatado que a vítima estava sem respiração e sem pulso. Por volta das 17h foi constatado o óbito da vítima. A família da vítima foi avisada. A CPMA contatou, imediatamente, a Polícia Federal e encaminhou nesta manhã dois peritos ao navio para levantar todas as informações pertinentes ao acidente. Um inquérito administrativo foi instaurado para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades do acidente, no que compete as responsabilidade da Autoridade Marítima, quais sejam: salvaguarda da vida humana no mar, segurança da navegação e prevenção da poluição hídrica a partir de embarcações. A Marinha do Brasil lamenta o ocorrido e se solidariza com a família da vítima, familiares e amigos.

Fonte: G1

Leave a Response