notícias

Quebra-quebra em UPA de São Luís/MA

Segundo informações de pacientes e funcionários, há mais ou menos dois dias acontece por parte dos médicos uma operação denominada “a tartaruga” que nada mais é do que uma lentidão nos atendimentos, isso está ocasionando uma demora de duas horas há duas horas e meia, para que pacientes classificados como verdes recebam atendimento, causando um descontentamento na população e levando alguns a tomarem medidas lamentáveis de agressão e destruição do bem público.

O ápice foi esta tarde com o quebra-quebra da classificação de risco bem como agressão verbal e física a uma profissional de enfermagem que estava realizando a classificação de risco destacamos que enfermagem não é causadora da lentidão ela apenas realiza classificação de risco a demora se dá como já foi dito anteriormente pela operação tartaruga que é uma manifestação dos médicos ao decreto do governador que diminuiu o repasse para os mesmos, fazendo com que os ânimos se elevem.

O COREN Maranhão  recebeu inúmeras denúncias  de várias  agressões a enfermeiros. A enfermagem é tão vítima quanto a sociedade das mazelas hoje vivenciadas pela saúde maranhense, ao tomar conhecimento dos fatos o presidente do COREN, Jamson Oliveira,  ficou estarrecido e destacou a comissão de apuração imediata para que já esteja presente na manhã do dia 14 e também se fará presente para junto acompanhar todo o processo de apuração dos Fatos e exigir todas as medidas necessárias e cabíveis para que atos de violência contra os profissionais de enfermagem não voltem a se repetir naquela unidade de saúde, veja o pronunciamento do presidente do COREN.

Leave a Response